Este blog é um oferecimento de...

Bruno Guedes e Toupeiras
Completo RSS My Yahoo! Google
Por Autor
Token RSS My Yahoo! Google
Bruno Guedes RSS My Yahoo! Google
Töpo RSS My Yahoo! Google
Toupeira Profissional RSS My Yahoo! Google
Korso RSS My Yahoo! Google

Bruno Guedes & Toupeiras por Bruno Guedes A. Viana é licenciado sob uma Licença Creative Commons
Atribuição — Uso Não-Comercial — Vedada a Criação de Obras Derivadas
2.5 Brasil

Para mais informações, consulte nosso FAQ

AVISO IMPORTANTE!

Talvez você não tenha notado, mas este site já não está mais em funcionamento. Nosso novo ponto é agora o Bruno Guedes e Resenhas.

Em breve este blog não receberá mais comentários, e até o final do ano esta página será transformada em um portal para o novo site, que será enfim transformado em um redirecionamento definitivo.

Portanto, atualize seus favoritos e seu leitor de feeds, e continue lendo nossos textos em nosso novo site!

Tenha um bom dia e obrigado pela preferência!

Avatar: Korso

Resenha: Duncton Wood

Escrito por Korso em 17/11/2010 23:30


Duncton Wood - A clash of good and evil in the kindgom of moles Descrito como "uma luta entre o bem e o mal no reino das toupeiras", Duncton Wood já está em muito atrasado com sua resenha. Vamos aos fatos, entretanto: achar este livro aqui é mais difícil que Watership Down, não só pela falta de um título nacional(o outro pelo menos é conhecido como "A Grande Jornada"), mas também pela total obscuridade do livro em questão. Em miúdos, é quase como Watership, mas com toupeiras, mais sangue, mais magia negra, mais apologia religiosa indefinida e bem menos coelhos. Pensando bem, não é tão assim como Watership Down.

Uma descrição deste tipo, aliás, não faz justiça à obra. Embora pertença ao mesmo sub-gênero(algo como... um "épico antropomórfico"), Ducton Wood é muito mais, digamos, denso do que Watership Down. Mas chega de comparações, vamos ao livro em si.

...Post Completo
Comentários: 0
Avatar: Toupeira Profissional

Project Wonderful

Escrito por Toupeira Profissional em 08/11/2010 17:23


Eu não consegui pensar num título melhor :P

Faz tempo que eu queria falar sobre isso, e agora que estamos nesse hiato bizarro e não-planejado, lá vou eu!

Ali no topo do blog, como muitos outros, temos anúncios. Uma linha de links do Google e um grande banner de anúncios que, na maioria das vezes, está com "Your ad here". Este, caros amigos, é o Project Wonderful! Mas por que o Adsense, o famoso Adsense patrocinado por São Google, que tudo vê e tudo sabe, está relegado a uma posição quase invisível e quase inútil(os links são tão genéricos que eu imagino se prestam pra alguém que seja...) enquanto este serviço alternativo ganha espaço não só no pré-cabeçalho como no rodapé? Reposta: porque eu gosto mais dele. :)

Project Wonderful makes advertisement AWESOME!

...Post Completo
Comentários: 5
Avatar: Bruno Guedes

Viajando no Tempo

Escrito por Bruno Guedes em 21/10/2010 14:37


Caramba. Acho que acabei de voltar de uma viagem no tempo.

Por alguma razão comecei a ler posts antigos do Hoje é um Bom Dia. Andando de categoria em categoria, voltei à notícia da morte de Tina Oiticia, "a Tina", em Julho de 2008. Até aí, normal.

Mas aí eu exercitei um costume meu não muito comum, o de procurar por comentários meus no blog dos outros. Achei. Um relato de algo que me aconteceu há tempo atrás, envolvendo exatamente a Tina e o Kid(mais a Tina que o Kid). O que houve é que ela me mandou um email me repreendendo por acreditar na versão do Kid dos fatos ocorridos(em meados de... sei lá), e eu respondi que eu não tinha nada a ver com a história, mas se ela se importava tanto assim, que mandasse a versão dela. Enfim, a questão é que isso ocorreu porque ela me reconheceu dos comentários do Contraditorium, do Cardoso. E aí lá fui eu procurar por pistas.

...Post Completo
Comentários: 6
Avatar: Bruno Guedes

Tem novidade no blog, caso queira saber

Escrito por Bruno Guedes em 14/10/2010 11:12


Recapitulando os acontecimentos dos episódios anteriores...

Depois que a senhorita(?) Iara Alencar me deu um toque sutil, eu resolvi começar alguma coisa para recompensar meus comentadrers de alguma forma. Recebi boas idéias, mas pouco práticas para a minha situação de escritor esporádico(ou melhor, cinco escritores esporádicos), então deixei o assunto arquivado.

Daí eu tive uma boa idéia, de novo ligada à comentários(dessa vez no twitter) provenientens de dona Iara.

Olhe para a esquerda da tela. Ali tem uma seção de "Estatísticas". Tínhamos ali uma seção de "Top 10 Comentadores", listando as pessoas que mais comentaram na história do site(descontando os próprios autores). Só que o que acabou acontecendo é que, durante o meu início de carreira superprodutivo, o sr. Isaias Malta acabou tomando conta de 50 e tantos comentários, um número absurdamente maior do que o de qualquer outro leitor. Até aí tudo bem, mas o senhor Isaias nem comenta mais por aqui(não com a mesma frequência, pelo menos... aliás, cadê tu, Isaias?!). De certa forma, isso prejudicava o pessoal que estava aparecendo por aqui recentemente e comentando, porque era improvável que alguém fosse tomar essa posição dele.

...Post Completo
Comentários: 6
Avatar: Töpo

E lá vamos nós de novo...

Escrito por Töpo em 05/10/2010 16:59


E vamos pro segundo turno. Essas eleições foram... únicas. Mas vou me ater ao segundo turno, o que nos levou lá e o que nos espera. Um parágrafo, entretanto, para aquele assunto da vez: Tiririca.

Tiririca foi votado deputado federal no estado de São Paulo com maior número de votos do que qualquer outro candidato. Dou parabéns a ele pela vitória. Ele é uma espécie de Macaco Tião que falhou porque aparentemente o povo que deveria ser esclarecido e estudado se esqueceu que não se faz voto de protesto colocando, efetivamente, um incompetente no poder. Por ser um candidato oficialmente cadastrado, Tiririca se torna Deputado Federal, leva mais uma corja do PR com ele, e a situação realmente fica pior que estava. Parabéns a ele, parabéns a quem votou nele. E isso basta de Tiririca. Quanto menos se falar, melhor.

Voltemos ao segundo turno. A situação final foi: Dilma Roussef com 47,65% dos votos, José Serra com 33,13%, Marina Silva com 19,63% e o restante dos candidatos abaixo dos 1%. Plínio Arruda conseguiu a façanha de chegar perto, com 0,87%. Nada mal para um candidato do PSOL. Mas estou divagando. O que importa aqui é que este é um segundo turno bem atípico.

...Post Completo
Comentários: 0
Avatar: Korso

Original e Reacionário

Escrito por Korso em 16/09/2010 20:38


Diz-se que a originalidade hoje está em falta, mas eu discordo. O que ocorre é que a originalidade sempre esteve em falta, pois por definição o original é escasso, e se não fosse não seria tão apreciado(nem quiçá seria original ser original), pois demanda engendra valor e por aí vai. Mas o caminho da originalidade não é sem armadilhas e pequenos ardis. Vejamos por quê...

Imagine uma fila cheia de gente. Imagine que isto é uma metáfora da vida: todas as pessoas do mundo seguindo uma fila gigantesca que vai do nada a lugar nenhum. Perturbadoramente acurado, não? Desculpe-me, esta não é a questão. A questão aqui é que existem três maneiras de andar nesta fila. Obviamente, pode-se andar a favor da fila. Ou pode-se seguir no sentido contrário, se desviando ou empurrando quem continuar no caminho. E você pode simplesmente virar à direita(ou à esquera) e explorar o espaço bidimensional que te cerca.

O primeiro tipo de pessoa, claro, são aquelas que não exercitam a originalidade. Em muitos casos, nem tentam. Mas acho que não vale a pena, para o escopo deste artigo, comentar sobre estes indivíduos metafóricos.

...Post Completo
Comentários: 4
Avatar: Toupeira Profissional

Resenha: Shadow of the Colossus

Escrito por Toupeira Profissional em 26/08/2010 22:43


Capa de

Céus!

Eu podia resumir essa resenha em uma só palavra. Mas se eu fizesse isso provavelmente eu perderia metade dos leitores(algo em torno de 5 :P). Então vamos com calma.

Shadow of the Colossus foi lançado em 2006 pelo Team Ico, assim chamados porque também produziram o jogo Ico, também para o Playstation 2. O jogo fez um sucesso tremendo, é aclamado pela crítica e inclusive é parte do filme Reine Sobre Mim, onde o jogo faz um paralelo com as tragédias vividas pelo personagem do Adam Sandler. Mas ele é realmente isto tudo? Bem, eu finalemente o joguei há alguns meses atrás, e sim, ele é quase perfeito!

Seu único defeito é que, alguma hora, ele tinha que acabar.

A história do jogo é confusa, obscura e um pouco difícil de se interpretar sem a ajuda da internet e sua miríade de informações oficiais e extra-oficiais. Basicamente temos Wander, um rapaz, e seu cavalo Agro, entrando em um templo em uma terra perdida para reviver sua amada Mono. Para isso ele recorre a uma espécie de deus antigo chamado Dormin, mas Dormin não pode ajudá-lo sem que Wander destrua os 16 ídolos do tempo, que estão ligados a criaturas gigantes chamadas "colossos".

...Post Completo
Comentários: 2
Avatar: Töpo

Vota, mas pensa, maldito!

Escrito por Töpo em 24/08/2010 15:01


Estou aqui de novo, a quase um mês da próxima eleição, para lembrá-los da máxima de suma importância nesse solene momento.

Vota direito, caramba!

Antes de mais nada, eu não vejo o mínimo sentido em no direito de voto obrigatório. Votar é um ato importante demais para ser feito por coerção, de má-vontade. De fato, votar é talvez a pior coisa que você pode fazer de má-vontade, porque vai dar merda. E vai ser uma merda grande e longa.

Mas, a despeito do que dizem os escritos espalhados pelos viadutos e muros de Belo Horizonte, você deve pensar, sim, e depois disso votar. O problema de acreditar que "pense, não vote" é algum tipo de protesto é que, pelo menos até onde a justiça brasileira entende, não existe nenhum motivo para se cancelar uma eleição que passe por um baixo contingente de votos. E, ademais, se deixarmos aqueles que não pensam votar, a situação vai piorar, ao contrário do que diz o Tiririca(céus, como eu queria estar brincando!)

...Post Completo
Comentários: 3
Avatar: Bruno Guedes

Resenha: O Apanhador no Campo de Centeio

Escrito por Bruno Guedes em 05/08/2010 13:17


Sim, esta é uma resenha de um livro que não será feita pelo Korso. O motivo é que acho que ele se perderia demais nos méritos literários e subtextos sutis e perder alguns pontos que acho que merecem ser ditos. Por exemplo, que Holden Caufield é o primeiro narrador que eu tive vontade de socar no meio da cara.

Esta não é a capa original, mas é a aquela de que eu mais gostei, então tá valendo! Mas vamos por partes: peguei O Apanhador no Campo de Centeio numa segunda-feira e terminei em uma sexta-feira então, vá por mim, se você não quer se arriscar com um livro enorme, esta é uma boa opção. O livro não é complicado e, só pra te adiantar, não tem nenhum campo de centeio. Digo isso porque eu li este livro na estranha esperança de que houvesse um verdadeiro campo de centeio com um apanhador nele, mas isto na verdade é uma metáfora. E, sendo sincero, não sei como exatamente esta idéia me atraiu, acho que eu gosto de realismo mágico. Mas vamos chegar neste ponto daqui a pouco.

...Post Completo
Comentários: 1
Avatar: Bruno Guedes

Eu podia estar enrolando...

Escrito por Bruno Guedes em 08/07/2010 14:22


Eu poderia tecer um post imenso explicando minha incrível incapacidade de passar por aqui e escrever um texto sobre algo qualquer que me interesse...

College Bites

Mas ao invés disso, vou deixar meus quadrinhos fazerem o serviço.


Bruno Guedes é universitário, blogueiro e continua sem um pingo de capacidade de planejamento temporal.


Comentários: 3

Powered by Parascalops brewerii Blog Engine 1.0, by Bruno Guedes, 2007
Melhor vizualizado em resolução 1024x768, em navegador Opera 9 ou superior
Mozilla, Mozilla Firefox, Safari, Seamonkey ou outros também são bons
Não recomendamos de forma alguma o uso de Internet Explorer de qualquer versão