Este blog é um oferecimento de...

Bruno Guedes e Toupeiras
Completo RSS My Yahoo! Google
Por Autor
Token RSS My Yahoo! Google
Bruno Guedes RSS My Yahoo! Google
Töpo RSS My Yahoo! Google
Toupeira Profissional RSS My Yahoo! Google
Korso RSS My Yahoo! Google

Bruno Guedes & Toupeiras por Bruno Guedes A. Viana é licenciado sob uma Licença Creative Commons
Atribuição — Uso Não-Comercial — Vedada a Criação de Obras Derivadas
2.5 Brasil

Para mais informações, consulte nosso FAQ

AVISO IMPORTANTE!

Talvez você não tenha notado, mas este site já não está mais em funcionamento. Nosso novo ponto é agora o Bruno Guedes e Resenhas.

Em breve este blog não receberá mais comentários, e até o final do ano esta página será transformada em um portal para o novo site, que será enfim transformado em um redirecionamento definitivo.

Portanto, atualize seus favoritos e seu leitor de feeds, e continue lendo nossos textos em nosso novo site!

Tenha um bom dia e obrigado pela preferência!

Avatar: Bruno Guedes

E assim segue a semana...

Escrito por Bruno Guedes em 01/08/2008 02:11


Então vejamos por onde começar... a semana passada.

Devido aos laços familiares – avós paternos, duas tias-avós maternas e mais um número de tios e tias de primeiro, segundo e até, talvez, terceiro grau –, tradicionalmente a viagem a Cordisburgo é um must das férias, uma vez a cada seis meses. E também para o resto da família, tios e primos e mais alguns agregados que ficam por lá numa mesma casa que, felizmente, é grande. Não necessário dizer, as férias são animadas.

Mas enfim. Essa semana de férias foi metade programação cultural, metade férias familiares costumeiras, incluindo as noitadas e cervejadas de sempre. Mas a metade das férias guedes-azevedo fica pra outro dia. Vamos falar da Semana Roseana.

Não sei se eu já mencionei – acho que não, embora eu sei que já falei isso com Aline – que eu sou uma pessa simples, no sentido de que pouca coisa realmente me desagrada. Como diria minha mãe, "a melhor comida é a comida pronta", e eu aplico esse princípio a praticamente tudo: a melhor festa é a festa pronta, sem as encheções de saco com organização e et céteras. Então eu achei que tudo estava muito bom. E agora vem o porém...

...Post Completo
Comentários: 2
Avatar: Korso

Entendendo (ou não) Guimarães Rosa

Escrito por Korso em 03/08/2008 21:33


Est modus in rebus, e, como tudo na vida, há escritores e escritores. Há escritores concisos e prolixos. Narradores e descritores. Dramáticos e cômicos. Simples e complicados. Cada qual com seu mérito, seu público e seu estilo, de tal forma que eu não me atreveria a classificar ninguém como melhor – ou pior – do que ninguém. Arte é arte, e cada qual vale pelo que tem, mas eu divago. Vamos ao que interessa.

Guimarães Rosa, sem dúvida, não é um escritor simples. Quem dera fosse, seria então jogado por terra o mito do "Guimarães complicado". Não falo de sua linguagem, ou de sua narrativa. Ambas são simples, é tudo uma questão de ouvir, ao invés de ler, o texto. Como testemunho de primeira mão, Maristela Guedes nos relata o método perfeito para ler Grande Sertão: Veredas em três dias: imagine que é tudo uma conversa. Uma conversa unilateral, mas enfim: o "ponto" é a oralidade. Quando se ouve, tudo parece tão simples, porque afinal é. Não é isso que é o complicado em Guimarães Rosa.

...Post Completo
Comentários: 1
Avatar: Töpo

Letargia de Férias: é pleonasmo?

Escrito por Töpo em 06/08/2008 19:59


Toupeiras ou preguiças? Você decide... Férias. Quando se efetivamente tem férias, elas são um grande espaço de nada, quase absolutamente nada, no meio de dois grandes espaços de atividade constante esburacados por alguns fins de semana e feriados. Enfim, a verdade pura é que, quando entramos de férias, o cérebro demora um pouco mais pra sair depois. Razão pela qual o blgo está meio morto e meu texto para a "Semana Semana Roseana" não foi sequer escrito, que dirá publicado. Bom, pelo menos o Korso fez o trabalho dele. É bom.

Mas letargia... ou simplesmente dizendo, preguiça. Que fazer? Espera-se passar, uma hora a gente vai ter que acordar. Eu não muito, já vivo pra escrever, tomar café e obedecer meu corpo, que tem necessidades. Tipo andar pelo menos uma vez por dia, pras pernas não esquecerem como é que se faz. Enfim. Estamos nos aquecendo.

...Post Completo
Comentários: 5
Avatar: Bruno Guedes

Saindo da Toca

Escrito por Bruno Guedes em 11/08/2008 17:51


Estamos atingindo o limite estatístico para manter nossa promessa de 0.5 post/dia, então vamos deixar a letargia pra trás e prosseguir em mais um semestre de loucuras talpídeas com Bruno Guedes e Toupeiras (e Token). Comecemos com mais um Especial de Fim de Semana, que, embora esteja muito, mas muito esporádico, pelo menos vale a pena não deixar morrer. Então vamos.


Conforme habilmente mencionado por Töpo Talpos, foi nessa sexta-feira que fui obrigado a comparecer à seleção geral do Serviço Militar – acho que, inclusive, é crime não comparecer... Alguns fãs – todos os três, talvez – devem se lembrar que eu tenho 19 anos e, portanto, tem alguma coisa errada aqui. Tem. Eu perdi – ou, melhor dizendo, me esqueci de – fazer a inscrição no período de 3 de janeiro a 30 de abril do ano passado e fui fazer essa bagaça só lá pro dia 17 de dezembro, logo me jogaram pro ano seguinte. Procedimento padrão. O que não é muito padrão, imagino, foi que eu tive que aparecer lá de novo no meio da Semana Roseana só pra eles me dizerem que dia eu teria que fazer a seleção. Mas enfim, vamos aos fatos rápidos.

...Post Completo
Comentários: 3
Avatar: Korso

Eles crescem tão rápido, digo, devagar...

Escrito por Korso em 13/08/2008 12:43


Por mais que confie nas formas mais desprezadas de arte – animação, games, arte sequencial(comics/mangá)... –, definitivamente nunca pus muita fé no quadrinho nacional. Sim, temos muitas tiras de jornal boas, simplesmente adoro Níquel Náusea, e Piratas do Tietê é bastante interessante. Entrementes, no que se trata do, digamos, "épico sequencial", não costuma vingar muito. Ou isso, ou ando definitivamente muito mal informado, mas existem muito poucos grandes expoentes. Tivemos Holy Avenger, que era realmente um épico de fantasia medieval no melhor estilo "amangazado". E temos a Turma da Mônica, que é, talvez, nosso maior sucesso. Convenhamos, mais de 40 anos não se conquistam com qualquer merda.

Mas enfim, 40 anos da mesma coisa cansam, que digam os leitores de Garfield. Sim, inovação não faltou à equipe do Maurício de Sousa para manter as histórias novas. Bem, pelo menos um bocado de atualização de lá pra cá, embora os temas e os enredos não mudem muito. O estilo também ficou mais fluido, o que é... bem, não sei se é bom ou ruim, é incerto. Mas nada drástico. Então saem as notícias: a querida turminha vai sofrer um "art shift" geral, além de envelhecer alguns anos. O resultado? Isso:

...Post Completo
Comentários: 0
Avatar: Bruno Guedes

Sem Acento

Escrito por Bruno Guedes em 14/08/2008 01:16


Sério, eu não entendo. Não dá. Não tenho saco pra entender.

De quando em quando os servidores onde meu site se encontra páram de trabalhar com acentos da forma apropriada. Em poucas palavras, parece que a codificação-decodificação de UTF-8 vai pro saco. Explicando para os leigos... Deixa eu ir logo de uma vez pro problema.

Todo mundo sabe que URLs não têm acentos nem espaços em branco. Nem qualquer outra coisa que não sejam números, letras, traço(-), travessão(_) e outros símbolos(?&+...). Enfim, uma coisa que não pode, com certeza, são acentos. Muito bem, e o que ocorre? Ocorre que, para facilitar tanto a legibilidade das URLs, quanto a indexação pelo Google, eu mesmo trabalhei num script simples para retirar acentuação dos títulos e espaços. Assim um título como "A facção dos estúpidos" se torna "a-faccao-dos-estupidos". Eu até resolvi incrementar e transformar os "&" em "e". Muito chique.

Só que por alguma razão, de tempos em tempos o servidor despiroca e não consegue entender os acentos. Acontece algo que, por alguma razão que eu não entendo, invalida qualquer conjunto de caracteres que tenham algum acento no meio. Ele não entende, logo o que sai é "". Nada. Zero. String nula. E isso é um problema.

...Post Completo
Comentários: 0
Avatar: Token

Três Palavras: Excesso de Banda

Escrito por Token em 16/08/2008 13:07


Bom dia, meus caros vagabundos da Internet!

Se eu dissese pra vocês que esse site está, efetivamente, quase excedendo o limite de banda permitido, que aliás é de 1 GB por mês, você acreditaria? Pois é, nem eu. Mas a questão é que sim, nosso site está ultrapassando o limite de banda. Em julho mesmo ele atingiu um excesso de uns 100 megabytes, e hoje às 9 da manhã essa bagaça já tinha consumido 90% da banda mensal. O que é um bocado.

Pra quem não sabe, essa "banda" define uma quantidade máxima de dados transferida lá do servidor da WebPousada, onde nosso site fica, para seus computadores e o que quer que seja. Em outras palavras, quanto mais visitado, mais banda ele consome. O que significa, incrivelmente, que estamos sendo visitados à beça...

Mas nem tanto, as estatísticas confirmam, temos no máxmo mais de 900 visitantes, com umas 2500 visitas diárias. Acredite, levando em conta spammers, visitantes que simplesmente não lêem, e nossos queridos robôs de busca – que, aliás, têm a incrível capacidade de tentar os links mais absurdos gerando toneladas de erros 404 –, isso quer dizer pouca visitação efetiva. Mas não vamos ficar chorando nossas pitangas aqui. Vamos ao que me acordaram pra avisar vocês.

...Post Completo
Comentários: 0
Avatar: Töpo

Circulando, circulando, não tem polêmica hoje

Escrito por Töpo em 18/08/2008 02:31


Às vezes eu sinto vergonha. Não, sério! A razão para eu ter sido, digamos, "contratado" pra escrever nesse site foi ser um irônico ácido, de opinião firme e sem consideração pelos sentimentos de ninguém. Não que isso seja falso, eu realmente não tenho lá muita consideração pelos sentimentos de pelo menos 99% da população mundial. Mas eu tenho... calma, é difícil descrever sentimentos, quando o vocabulário é limitado. Não é exatamente preguiça. Não é medo, também. É quase uma mistura de frustração e preguiça. A questõa é que eu tenho preguiça de escrever posts polêmicos por basicamente duas razões. Garoto me alertou que são três, e é, ele faz sentido, então são três razões.

Primeiro, me falta paciência pra aguentar as reclamações. Eu não sei se já mencionei, mas talvez vocês já tenham adivinhado: eu tenho antipati mortal pelo PETA. Tanto que nem sei se é "o PETA" ou "a PETA". Só sei que não gosto, e poderia escrever um texto mandando pedra em cima. Mas eu sei o que vai acontecer. Não adianta, por mais que eu estivesse certo, por mais que, sejamos francos, a opinião de uma toupeira obesa ranzinza seja de mínima importância, vão aparecer "abraçadores de cochonilhas" enchendo a paciência com comentários ignóbeis. Eu tenho preguiça de gente que não aceita uma opinião contrária sem deitar o barraco abaixo. Sujeito chega com quatro pedras numa mão e cinco na outra, e vai ver nem sequer leu o texto direito.

...Post Completo
Comentários: 2
Avatar: Töpo

Uma lição esmagadora de retórica

Escrito por Töpo em 20/08/2008 01:04


Retórica. A arte de manipular as palavras para formar um discurso convincente e persuasivo. A divina arte de convencer as pessoas, em resumo. Todo bom retorista conhece as manhas de fazer um discurso simplesmente incontestável e altamente motivador sem nem sequer adicionar conteúdo que valha a pena. Uma das maiores técnicas da boa retórica é a de nunca mentir, mas omitir a verdade o máximo possível, ou confundir seu ouvinte com tautologias sobre tautologias.

Pois bem, e você acha que é bom na retórica? Acha que sabe passar aquele papo mole em qualquer um? Consegue convencer até crente a beber com a sua lábia infalível? Filho, isso é mole. A demonstração de retórica mais, como direi... absoluta que eu vi até hoje foi proferida por ninguém mais, ninguém menos que Dunga, o técnico da Seleção:

Quem sai na frente tem sempre a vantagem. Nem sempre é possível fazer gols. Ganhamos algumas vezes deles. Hoje eles nos venceram
...Post Completo
Comentários: 2
Avatar: Korso

Preview: Os Desafinados

Escrito por Korso em 21/08/2008 12:57


Publicidade é uma coisa maravilhosa. Não preciso descrever o processo pelo qual se dá a negociação, avaliação e subsequente efetuação da publicidade em si. Vocês reconhecem publicidade quando vêem, corret?

Bom, acreditem ou não, nos requisitaram um texto publicitário básico. Nos enviaram um bocado de informação – muito embora grande parte dela teve que ser literalmente caçada, leiam logo mais – via email – e pasmem, usaram o mal falado e mal usado formulário de contato – para Bruno Guedes, que repassou a tarefa para mim. Porque essa pretensa publicidade toda é para um filme. Com vocês, o teaser.

E uma sinopse. Só pra começar.

...Post Completo
Comentários: 3

Vocês devem se lembrar da descrição de nossas investidas na programação de jogos, que culmina com a pergunta básica "okay, estamos no Linux, não tem uma IDE nem um engine que sirva, e agora?". Bom, a resposta está vindo e se chama Sloth SDL Engine. Vamos por partes.

O que é uma "engine"?

Engine, que em inglês significa "motor", é um termo comumente usado para designar uma biblioteca – i.e., um conjunto de funções e estruturas de dados – que tem o propósito de servir de arcabouço para aplicações. No caso, esta é uma engine de jogos, ou seja, é uma biblioteca que disponibiliza abstrações para criação de jogos facilitada.

E o que é SDL?

SDL é sigla para Simple DirectMedia Layer – tradução livre: "Camada Simples de DirectMedia" –, que é uma biblioteca multi-plataforma(e multi-linguagem) que provê estruturas para atuação em mídia. É quase um equivalente do DirectX da Microsoft, só que o directX é, basicamente, mais foda em termos de compatibilidade de drivers. O SDL ganha por ser independente de plataforma, ou seja, não é restrito a um sistema operacional ou a uma arquitetura definida.

...Post Completo
Comentários: 1
Avatar: Korso

Resenha: WALL-E

Escrito por Korso em 27/08/2008 00:53


Peço desculpas pelo incrível atraso. Quando fomos assitir WALL-E, não era nem meio de Julho, e só agora consegui terminar a resenha propriamente dita. Sem mais delongas, lhes apresento:

WALL-E

Resenhar animação da Disney-Pixar é complicado. A não ser por algumas coisas(o enredo, de vez em quando), é difícil ceder à tentação de dizer "Maravilhoso! Estupendo! Magníííífico" logo de uma vez e ir escrever uma tese de mestrado ou coisa assim com o tempo livre. Então vamos por partes.

O trabalho gráfico da animaçao não deixa a desejar de forma alguma. Os cenários, os personagens, as catástrofes naturais... tudo feito com a maestria de sempre. Incluindo algumas cenas que parecem ter sido feitas simplesmente para dizer "olha o que a gente consegue fazer!", e são fascinantes ainda assim. E WALL-E tem um aspecto interessante, de que o cenário parece incrivelemente real, sobretudo as paisagens terrestres. Embora os personagens – sobretudo os humanos – tenham uma aparência um tanto "cartunesca", o cenário é, definitivamente, foto-realístico e extremamente convincente.

...Post Completo
Comentários: 1

Powered by Parascalops brewerii Blog Engine 1.0, by Bruno Guedes, 2007
Melhor vizualizado em resolução 1024x768, em navegador Opera 9 ou superior
Mozilla, Mozilla Firefox, Safari, Seamonkey ou outros também são bons
Não recomendamos de forma alguma o uso de Internet Explorer de qualquer versão