Este blog é um oferecimento de...

Bruno Guedes e Toupeiras
Completo RSS My Yahoo! Google
Por Autor
Token RSS My Yahoo! Google
Bruno Guedes RSS My Yahoo! Google
Töpo RSS My Yahoo! Google
Toupeira Profissional RSS My Yahoo! Google
Korso RSS My Yahoo! Google

Bruno Guedes & Toupeiras por Bruno Guedes A. Viana é licenciado sob uma Licença Creative Commons
Atribuição — Uso Não-Comercial — Vedada a Criação de Obras Derivadas
2.5 Brasil

Para mais informações, consulte nosso FAQ

AVISO IMPORTANTE!

Talvez você não tenha notado, mas este site já não está mais em funcionamento. Nosso novo ponto é agora o Bruno Guedes e Resenhas.

Em breve este blog não receberá mais comentários, e até o final do ano esta página será transformada em um portal para o novo site, que será enfim transformado em um redirecionamento definitivo.

Portanto, atualize seus favoritos e seu leitor de feeds, e continue lendo nossos textos em nosso novo site!

Tenha um bom dia e obrigado pela preferência!

Avatar: Bruno Guedes

Lá, e de volta outra vez

Escrito por Bruno Guedes em 07/11/2008 14:04


Duvido que citar Tolkien vá me trazer as milhares de visitas diárias que espero, mas enfim...

Estamos de volta! Não, sério! Vou retomar o hábito de escrever no tempo livre, ao invés de criar tempo livre pra escrever. É, a situação está crítica, gostaria de estar brincando. Essa é, basicamente, a última semana com alguma folga até o fim de Novembro. Daqui pra mais são trabalhos e provas se "encalacrando"... vou até ter que fazer pesquisa de opinião. Mas enfim...

Vamos às notícias. Inicialmente, estamos todos vivos e bem de saúde, a não ser uma maldita dor nas costas e na coxa que aparece de vez em quando. Mas passa, sempre passa. Falando da vida, Aline vai bem, a faculdade está me matando aos poucos, e eu ainda não fui coagido a me mudar do meu quarto, o que é um bom sinal. Ou um mal sinal, porque significa que eu posso ser forçado a tal durante um período definitivamente menos propício. É aguardar para saber.

Voltei a ler literatura "normal" – ao invés dos livros técnicos e apostilas de costume –, por razão das recentes compras efetuadas no Anime Festival. Que, aliás, não estava bom: AF sem desconto nos mangás e sem arroz caramelado não dá. O resultado é que comprei mais literatura ocidental que qualquer outra coisa. Mas isso não vem ao caso. Prossigamos.

...Post Completo
Comentários: 0
Avatar: Korso

Resenha: A Caverna

Escrito por Korso em 13/11/2008 12:59


Realismo fantástico é um dos gêneros mais interessantes de literatura, na medida em que, sendo um ponto médio entre dois outros gêneros bem fundados – obviamente, o realismo e a fantasia –, é preciso sempre medir, consciente ou inconscientemente, a quantidade certa de realidade e fantasia para que o texto não se incline demais para um lado ou para o outro. A mistura, em proporções corretas, se torna um texto sublimemente rechado de elementos aparentemente incompatíveis. E, findo este interlúdio, vamos à análise em si.

Em A Caverna, Saramago narra a história de um oleiro que tenta contornar a situação desagradável de ter sua produção vista como desnecessária pelo grande Centro – um misto de shopping center e condomínio –, e portanto em risco de ter de deixar o negócio. A narrativa segue em ritmo constante, em meio a discussões filosóficas entre pai e filha – e genro – a respeito da natureza humana, alegorias diversas e as digressões costumeiras do autor, até atingir um clímax inesperado e certamente chocante.

...Post Completo
Comentários: 0
Avatar: Töpo

E as cotas para talpídeos?

Escrito por Töpo em 14/11/2008 12:36


Poucas idéias com intenções tão boas se revelaram mais cheias do mais profundo e completo vácuo ético do que a proposta de cotas raciais. Vocês sabem que eu falo sério, e também sabem que eu divagarei por parágrafos e parágrafos a respeito do assunto, então...

Sabe, quando o assunto entrou em pauta, lá em dois mil e pouco, a justificativa básica era de que havia perseguição racial. A primeira coisa que pensei era que eu estava perdendo alguma coisa, porque a última vez que eu tinha visto um negro ser gratuitamente linchado e acorrentado em praça pública para depois ser açoitado pelos seus senhores brancos foi... pois é, nunca. Me desculpem, eu sou um humorista mordaz nato, conheço muito bem as formas sutis que a perseguição assume. Mas voltemos ao tópico: como toda retórica, ela até que fazia algum sentido, mas depois que se pára pra pensar, a coisa toda desmorona mais rápido que um castelo de cartas. Imagine a situação...

Avaliação das provas de vestibular da UKKK1. Após todo o trabalho de corrigir e recorrigir algumas centenas de provas, uma equipe especializada realiza um trabalho de investigação extensa para descobrir se há algum alundo de descendência claramente africana em meio aos aprovados. Em caso afirmativo, sua prova é rasgada, queimada e desintegrada e sua vaga é ocupada pelo aluno logo abaixo dele. Mas só se ele não for negro também, claro...

...Post Completo
Comentários: 3
Avatar: Bruno Guedes

Eu e minha barreira mental...

Escrito por Bruno Guedes em 18/11/2008 12:07


Korso estava escrevendo um pequeno post de apresentação da proposta de apresentar minha arte por aqui(link do deviantART à direita), e ele logo toca num ponto importante, que é o tamanho da nossa base "leitoral" recorrente. Umas dez pessoas, quando muito. E, como sempre, meu cérebro desandou a pensar...

É culpa minha. Não pode ser de mais ninguém, senão talvez as toupeiras, mas convenhamos... Enfim! Eu não faço publicidade tão bem quando deveria, por algumas razões: porque não sei fazer publicidade; porque tenho imensa preguiça disso(ver motivo seguinte); e porque tenho uma barreira natural que me impede o orgulho, a não ser em casos extremos. Isso, a mesma "proteção anti-orgulho" que prometi várias vezes falar sobre. Hoje é o dia.

Acho que li em algum lugar dos muitos livros do Sítio do Picapau Amarelo – provavelmente aquele de fábulas – que o César, o imperador romano, tinha sempre por perto um sujeito cuja única função lembrar ao imperador de sua mortalidade e falibilidade. Exagero, mas tá valendo pela metáfora: de vez em quando, no meio do orgulho e da exaltação, a gente perde a noção da nossa própria capacidade de cair de cima do pedestal. E isso é um problema. Daí eu criei meu próprio "regulador de orgulho", que toma cuidade de manter modesto a não ser quando a situação fosse genuinamente de orgulho. Afinal, tem horas em que se orgulhar é preciso...

...Post Completo
Comentários: 4
Avatar: Token

O Google é puritano demais...

Escrito por Token em 21/11/2008 20:06


Se você não conhece o conceito de "ego search", não se preocupe, vai ficar bem claro agora. Fizemos a pesquisa com o nome "Korso Asclepius" – é incrível a quantidade de coisas que não são uma toupeira gigante que se encontra somente com "Korso" –, e o resultado foi bem... sem surpresas. Olha ele aí.

Imagens seguras? Com certeza!

Aí eu me interessei por aquele pequeno link perto da barra de termos que diz "A filtragem moderada com SafeSearch está ativada". Para aqueles que não conhecem a Lei 34 da Internet... vocês são felizes e não sabem. Mas enfim: fiquei curioso pra saber que tipo de coisa o Google estaria escondendo de nós com o SafeSearch, desativei e mandei exatamente a mesma busca. Resultado:

Imagens inseguras? Não, Google... não

...Post Completo
Comentários: 6

Powered by Parascalops brewerii Blog Engine 1.0, by Bruno Guedes, 2007
Melhor vizualizado em resolução 1024x768, em navegador Opera 9 ou superior
Mozilla, Mozilla Firefox, Safari, Seamonkey ou outros também são bons
Não recomendamos de forma alguma o uso de Internet Explorer de qualquer versão