Já falamos tanto de spam nessa joça que eu estou quase criando uma categoria só pra eles. Bruno Guedes odeia spam e isto não é segredo, mas eu tenho outra visão do assunto inteiro. Afinal, vamos aos fatos...

O spam foi criado em 1973 por Gary Thuerk [Cracked, et al]. Desde então esta praga se tornou objeto do ódio e humor repetitivo alheio de muitos e muitos por toda a Internet. Agora, analisemos os fatos: essa praga está viva e funcionando há uns 35 anos. Poucas tecnologias continuam no mercado por tanto tempo, e, se está, isso só significa uma coisa...

Isso funciona!

Você pode não perceber o porquê de haver um ponto de exclamação sincero nesta frase, então deixa eu te explicar: uma única mensagem de spam, em média, é enviado para 135 pessoas de uma vez. A questão toda aqui, entretanto, não é nem que eu acabei de inventar este número, mas que, dentre este número desconhecido de destinatários, pelo menos um vai acreditar plenamente no que está sendo dito.

Pelo menos uma pessoa acredita, realmente, que existem 55 descendentes da família real nigeriana que precisam receber dinheiro de outros sei lá quantos príncipes, e para isso precisam convenientemente do seu dinheiro para retirar o dinheiro deles.

Pelo menos um energúmeno acredita que ganhou sei lá quantas libras esterlinas em uma loteria para a qual nunca se inscreveu.

Pelo menos uma besta quadrada acredita que a maldita Receita Federal te mandaria um email avisando que seu CPF está sujo, com o assunto meticulosamente cheio de erros de tipografia que fariam um professor de português da primeira série chorar.

Pelo menos um inseguro acredita nos trocentos remédios e métodos para aumentar seu dito cujo. Aliás, o que tem naquelas coisas, eu nunca abri um daqueles emails... ;)

E, para desespero de todos nós, pelo menos metade da população acredita fielmente que repassar uma corrente de email vai te dar dinheiro, salvar uma criança que está para morrer desde 1996 ou simplesmente melhorar sua sorte e impedir que você seja atropelado por um manada de antílopes na sua sala de estar.

Mas esse tipo especial de spam fica pra outro dia...


Token O. é blogueiro, humorista iludido e herdeiro da fortuna da família real da Nigéria nas horas vagas