Então, acho que já faz um ano ou dois que eu descobri que existe, de verdade, uma área do mercado reservada para gente que cria... hm, digamos... versões genéricas de produtos conhecidos. Não, não estou falando de camelôs. Falo de coisa legítima, não pilhas Dubacell e mochilas Compary. Falo de gente como a Vídeo Brinquedo.

A Vídeo Brinquedo é uma empresa brasileira que se especializa em produzir animações que são, por falta de termo mais polido e também correto, imitações baratas de filmes da Pixar e Dreamworks. Se eu te falasse que existem coisas como "Rataoing", "Carrinhos" e "Ursinho da Pesada", você acharia que eu tô zoando com a sua cara, mas aqui na internet eu tenho Google pra provar. Mas eu não vou ficar nesse post falando de Vídeo Brinquedo. Primeiro, porque vocês podem ler isto aqui ao invés; segundo, eu pessoalmente acho que os filmes da Vídeo Brinquedo são um alvo fácil; terceiro, eles não estão sozinhos no negócio. Outra empresa chamada "The Asylum"(praqueles que não foram alfabetizados em inglês, significa "O Hospício") que faz filmes que são "similares" de outros famosos, como "Transmorphers", "The Da Vinci Treasure", "Snakes on a Train".

Bom, o tema principal deste post apareceu quando eu andava por aí pela internets afora e encontrei um anúncio numa caixa do Adsense. Esse anúncio foi muito, muito bizarro, por várias razões. Mas primeiro, o anúncio.

Eu não sei por onde começo

Antes de mais nada, vamos tirar esta pergunta do caminho: por que desgraças um site chamado "Disney Game Land" faz propaganda com imagens de:

  • Homem-Aranha
  • Os Simpsons
  • Shrek – sério, Shrek é praticamente "o Anti-Disney"
  • Tartarugas Ninja
  • Bob Esponja
  • Legend of Zelda: The Wind Waker
  • Ben 10
  • Um Batman bem fora de modelo
  • e, finalmente, o Hulk?
Sério, isso me lembra aqueles "Trenzinhos da Alegria", que ficam correndo pelos quarteirões com uns animadores de festa vestidos de, por exemplo Snoopy, Popeye e Cebolinha. Bizarro!

Pois bem, já que fizemos o jogo dos... 9 erros, vamos à questão principal: anúncios de sites de jogos em geral. Você pode vê-los em espaços de propaganda de sites de jogos e entretenimento(não esse tipo de entretenimento, pervertido; esse tipo de site é chamado "educativo"), e inevitavelmente exibem imagens de jogos famosos que obviamente não estão no site, como o já mencionado Wind Waker. A primeira e mais provável razão, porque nenhum deles foi lançado pra Flash. O que estes sites normalmente têem é uma biblioteca vasta e geralmente porca de jogos em Flash, além de algum esquema de CEO que garanta que, não importa o que você esteja procurando, se botar a palavra "game" no final, eles aparecem na primeira página do google. Tiro e queda.

E a questão final: pra que essa tática de marketing? Que desgraças você faz com um visitante que entra no seu site e descobre quase na hora que você não tem o que ele procura? Vale a pena chamar a atenção pro seu site mesmo que seu conteúdo seja, em termos sinceros e nada agradáveis, uma bosta? Quer dizer, imagina se a gente fizesse um banner com fotos e avatares de outros blogueiros tipo o Cardoso, o Kid, o Interney, o Jovem Nerd, só pra chamar visitantes e...

...peraí, já volto.


Token O. é uma placa de papelão blogueira e mandou avisar que não, não vai voltar. Pode parar de esperar.