Assim como tudo na vida, criatividade tem limite. Quando o poço de criatividade seca, por alguma razão, temos o temido e malfadado "bloqueio mental".

Primo próximo do famoso "branco" muito comum em vestibulandos e pessoas em processo de prova em geral, bloqueio mental é o nome dado ao famoso sentimento de que, caralha, tá foda escrever alguma coisa.

Bloqueio mental acontece com qualquer um, sem levar em conta ordens de grandeza ou coisa do tipo. Eu, você, Edward Munch, Cardoso, todos estamos à mercê dessa sombra. Então, o que fazer quando a mortalha da criatividade paira sobre sua cabeça? Algumas coisas...

1) Não parar de tentar - Para chamar criatividade, é preciso gritar um pouco. Metaforicamente falando, não saia pela rua gritando pela criatividade, isso é considerado comportamento nada padrão na sociedade... Enfim, tente. Force. Não vai sair nada de bom, mas vale a pena tentar, porque idéias não nascem exatamente do nada. Mesmo aquelas que parecem vir do limbo aparecem da associação de idéias menores e menos importantes. Resumindo: o caminho para o uroboros passa pela cobra. Sim, referência obscuríssima. Próximo!

2) Variar - Criatividade é uma característica multi-nível, e como tal deve ser exercitada. Se sua criatividade para desenhar está em falta, experimente escrever. Ou fazer qualquer outra coisa. A idéia é não parar, embora você vá parar de forçar sua mente como falamos no tópico anterior. Quando estiver engrenada, a sua criatividade primária provavelmente volta com mais facilidade.

3) Dar uma folga geral - Simplesmente pare de tentar. Faça outra coisa. Leia livros, jogue jogos, assista a filmes(bons, de preferência), faça umas horas extras, leia alguns blogs... pare de pensar em criar por um tempo, i.e., tire umas férias de criação em geral. Ou umas férias de verdade, pois sim, porque não... COm sorte, no seu descanso a inspiração bate. E isso vai ser, com certeza, bom.

4) Se nada disso funcionar... - tente novamente. Repita o processo de desbloqueio. O ponto principal é não desistir! Desista, e nunca vai conseguir! E outras frases motivacionais do tipo...

Moral da história, não se preocupe à toa. Bloqueio é perfeitamente normal e tem cura. E se ainda não te atingiu, acredite: um dia vai...