Passou o fim de semana e deixou pistas. Alguns talvez se lembrem que o dia 8 é consagrado como o Dia Internacional de Bruno Guedes. Leves toques de humor à parte, meu aniversário foi bem, ganhei alguns presentes e tivemos um churrasco com pelo menos metade da família. O menos divertido foi o ensaio da cerimônia e missa de colação de grau(a rigor, não estou me formando, mas a festa está paga e eu vou me formar... algum dia; então comemoremos!), mas ainda com bons momentos(somos uma turm a legal). E no dia seguinte...

Dia seguinte era Dia das Mães, e obviamente a família reuniu-se toda na casa da avó. Tivemos um almoço intenso – tinha tanta lasanha que dava pra fazer uma analogia hiperbólica de enormidade que não me vem à cabeça no momento – e um filme depois(na verdade dois, mas no segundo eu já estava quase dormindo). E depois de tudo feito, a família ia indo embora e agora já resta somente a arrumação do dia seguinte.

E o blog vai devagar. Temos pelo menos um filme e dois livros pra resenhar, e um monte de assuntos inócuos pra comentar, mas o tempo está curto e as obrigações muitas. Mas a gente dá um jeito. A gente sempre dá um jeito.

Finalmente, o post chega ao fim, e pelo menos eu não tive o mesmo destino do Teilor, que fez aniversário no Dia das Mães. Mas espera só o ano que vem...


Bruno Guedes é universitário, blogueiro e inicia seu vigésimo segundo ano de vida.