Eu sou um homem de razão. Uma pessoa que acredita na lógica e no bom senso. Ou, devo dizer, era. Nesta sexta feira, minha esperança na humanidade foi mais uma vez despedaçada, estilhaçada, estraçalhada pela idiotice humana que nos cerca. O culpado? O excelentíssimo juiz Maurício Torres Soares, do II Tribunal do Júri de Belo Horizonte. O que ele fez? Deixe que o UAI lhe conte...

Cinco folhas de caderno com mensagens semelhantes e assinadas por conhecidos do traficante Israel Luciano da Paixão, o Lu, de 25 anos, foram suficientes para que o juiz Maurício Torres Soares, do II Tribunal do Júri de Belo Horizonte, determinasse sua libertação, dois dias depois de ele ser preso. A decisão revoltou o Ministério Público, além das polícias Militar e Civil, que o consideram um dos criminosos mais violentos da capital e temem que ele assuma novamente o controle do tráfico no Bairro Bonsucesso, na Região do Barreiro. Lu foi preso no último sábado, graças a um mandado de prisão que havia sido expedido no início do ano pelo mesmo juiz. O criminoso foi perseguido, trocou tiros com os policiais e, depois de preso, tentou suborná-los com uma submetralhadora, arma e dinheiro. Mas acabou detido no Ceresp São Cristóvão, na Região Noroeste de BH.

Não, sério. Cinco mensagens assegurando que o sujeito em questão – traficante, sequestrador, torturador, enfim, um terror para todos aqueles que acreditam que há bondade em todo ser humano – é "uma pessoa de ótima índole e um pai esforçado". O que é melhor? Não houve apuração para determinar se essas cartas são legítimas. É, pois é, bilhete de absolvição escrito sobre coação agora é defesa válida! Muito bom, vou anotar essa, caso precise...

Deixo claro: sou definitivamente contra a instituição de pena capital, primeiro porque morte não é punição(a não ser que você acredite em vida pós-morte, e eu evito acreditar), segundo porque no caso de um horrível engano, não há como consertar o erro. Eu acredito firmemente que a justiça é falha... mas isso é imperdoável! Não se tira um sujeito perigoso, armado e obviamente criminoso da cadeia! Não me interessa que o sistema penitenciário seja uma bosta(e é, praticamente uma escola de crime), já está muito melhor do que deixar o sujeito à solta na sociedade!

Mas eu não paro por aqui. Indignação pura não é minha praia, e vocês sabem disso. Eu penso. E eu sei que há algo ainda mais errado por trás disso, seja um suborno/extorsão muito intenso, seja um sistema de formação de juízes muito deficiente, seja o fato de que essa notícia também não está presente em muitas fontes(sendo sincero, eu procurei, mas só achei o portal do Uai, então também não posso garantir nada). Mas algo foi corrompido no meio dessa história, e se eu fizesse mais o estilo de jornalismo investigativo, eu já teria algo mais conclusivo para dizer.

...Mas eu não tenho, então fecho este texto com mais uma nota de tom pessimista: estamos vivendo em um país onde os mesmos corruptos vão e voltam ao poder sem dar nenhuma satisfação sequer. Agora os criminosos estão efetivamente saindo da prisão como se os portões fossem uma porta giratória, nada mais. Querendo soar alarmista, eu pergunto: quanto tempo até os cidadãos de bem serem obrigados a ficar trancados em casa para não perturbar os criminosos?