É, estou em falta de títulos bons. Mas enfim, deixa eu falar uma coisa a respeito dos meus feeds. Principalmente para vocês, leitores do Google Reader. São uns vinte, se o Google Webmaster Tools não está mentindo descaradamente pra mim. Enfim, três coisas devem ser ditas.

Uma: devido ao fato óbvio de que leitores de feeds nem sempre comentam por pura preguiça – eu sei, eu também não comentaria... –, adicionei um link para o formulário de comentários direto no texto do feed, lá no fim. Aproveitei a carona e adicionei um pequeno disclaimer à guisa de marca dágua, para o caso de algum "splog" da vida resolver chupinhar meus feeds. Não custa prevenir, certo?

Então, a primeira coisa: se você é leitor de feed e nunca comentou aqui... comente, caramba. Comentários ajudam a melhorar o conteúdo desse site – teoricamente, pelo menos – e eu gosto de conhecer meus leitores, mesmo que vá me arrepender depois. Não que isso tenha acontecido, mas imagino que o Cardoso, por exemplo, deve preferir não conhecer alguns comentadores dele...

E a segunda é: se seu leitor de feeds acusa 127 posts novos, isso é normal. O conteúdo muda em todos os feeds, por causa de um segredinho básico: meu feed é um script PHP. Logo, para minha facilidade, uma pequena modificação no código já embute os links para comentários e minha mensagem de autoria particular. Simples, né não? Então sem pânico. Podem seguir suas vidas normalmente.

Maaaas... terceira coisa: por alguma razão, vários posts que foram publicados – alguns por engano, outros foram realmente retirados antes que alguém lesse, meio que "à Stalin" – aparecem nos feeds, muito embora... bem, não apareçam no código gerado pelo feed. Parece que o Reader faz um caching bom até demais. Nada grave, entretanto, mas caso algum link de título não esteja te levando para onde você deseja ir, não se assuste. Ou se assuste, porque são grandes as chances de que este seja um post-fantasma. Mistééééério...

Enfim, é isso. Avisos dados – e sim, Token está de férias – fiquem atentos para uma mudança simplesmente estética no site. Ela pode ser o prenúncio de coisas novas por aqui...

PS.: "Marca dágua", porque meu código não reconhece apóstrofos muito bem. Pessimamente, aliás. Algum dia eu resolvo isso...