Caros leitores...

Creio que subestimei imensamente a capacidade de spammers de se utilizarem dos meios mais inócuos para viralizar sua publicidade. E, o que é pior, viralizar à força. Eu vejo um spammer mais ou menos como um sujeito que corre atrás das pessoas com uma seringa cheia de varíola: ele não quer que a doença se espalhe naturalmente, ele quer forçar ela a se espalhar.

Enfim, ontem resolvi finalmente limpar minha caixa de moderação. Caixa essa, aliás, que precisa de algumas modificações para melhorar a usabilidade, mas depois trato disso. O que importa no momento é que fui instantaneamente informado de que haviam pelo menos 500 comentários sob moderação. Quinhentos. Em não mais do que dois meses.

100% eram spam. Aliás, eu recebo emails quando os comentários são postados, eu sempre sei quem é spammer e quem não é, porque os spammer assinam com "nomes" como "Texxpnoq" ou "Xzamnopte". Ou seja, lixo linguístico. Mas a questão não era o quanto era fácil detectar quem era spammer. É que tinham muitos. Demais.

Eu tenho meus medos a respeito da exclusão imediata de conteúdo suspeito. A começar pelo fato de que eu não sei identificar conteúdo suspeito em uma fórmula exata para que meu computador saiba. Eu saberia que qualquer email com frases desconexas com conteúdo pornográfico e links repetidos é spam, mas eu não saberia como codificar isso de forma decente. Optei, então, pela estratégia mais simples: links demais, é spam.

Assim, o sistema de comentário foi modificado. Não o formulário, que é o mesmo, mas existe uma cláusula na moderação, que diz simplesmente isso: se tem mais de 5 links, ou 10 URLs não formatada como links, é SPAM. Rejeite imediatamente com apenas um comunicado sumário.

Entrementes, não testei o sistema comigo mesmo. Comprovei sua eficácia em termos de detecção de número de link excessivos, mas não o caso contrário. Além disso, testes exaustivos num sistema que atualmente está em funcionamento é arriscado.

Em resumo: caso não consiga comentar, mande um email pelo formulário de contato. Tentarei resolver o erro o mais rápido possível.

Espero, entretanto, não receber emails por causa disso. E, sem mais delongas, o aviso foi dado. Curtam a programação habitual...