Vocês devem se lembrar da descrição de nossas investidas na programação de jogos, que culmina com a pergunta básica "okay, estamos no Linux, não tem uma IDE nem um engine que sirva, e agora?". Bom, a resposta está vindo e se chama Sloth SDL Engine. Vamos por partes.

O que é uma "engine"?

Engine, que em inglês significa "motor", é um termo comumente usado para designar uma biblioteca – i.e., um conjunto de funções e estruturas de dados – que tem o propósito de servir de arcabouço para aplicações. No caso, esta é uma engine de jogos, ou seja, é uma biblioteca que disponibiliza abstrações para criação de jogos facilitada.

E o que é SDL?

SDL é sigla para Simple DirectMedia Layer – tradução livre: "Camada Simples de DirectMedia" –, que é uma biblioteca multi-plataforma(e multi-linguagem) que provê estruturas para atuação em mídia. É quase um equivalente do DirectX da Microsoft, só que o directX é, basicamente, mais foda em termos de compatibilidade de drivers. O SDL ganha por ser independente de plataforma, ou seja, não é restrito a um sistema operacional ou a uma arquitetura definida.

E que raios é "Sloth"?

É uma preguiça. Projetos têm que ter nomes, e como não íamos usar "toupeira", resolvemos apelar pro animal com garras mais próximo. =P

Olha eu aqui de novo, o bicho-preguiça!

A propósito: não, essa coisa fofa não é o logo do projeto. Ainda vamos fazer o desenho. Provavelmente vai ser vetorial, mas isso é outra história.

E como a coisa toda funciona?

Funciona que temos o SDL, que já é usado em desenvolvimento de jogos. Mas o SDL em si não provê abstração básica de jogos, incluindo a implementação de um loop básico de entrada-processamento-saída de objetos que todo jogo deve ter. E isso é só o começo, pois o Sloth vai prover abstrações de elementos de jogo, colisão de polígonos(e, consequentemente, elementos), eventos programáveis, temporização, algumas implementações de algoritmos de movimentação...

Enfim, estamos implementando praticamente uma ferramenta de programação completa, mas sem interface gráfica. Ainda... ;D

Legal... e porque você está me contando tudo isso, mesmo?

Primeiro: divulgação do projeto! Segundo, porque isso é o que está, atualmente, ocupando uns 25% dos meu tempo livre. Breve estarei atolado em trabalhos e provas de novo, mas por ora essa é a razão principal pela qual não estamos tão prolíficos quanto antes. Se bem que a estatística de posts/dia ainda está bem acima do que prometemos, então estamos relax. =D

Mas enfim, o projeto está na versão 0.5, o que traduz como "desenvolvendo, mas tá praticamente usável se você for o desenvolvedor do sistema". E, sem mais, sem mais, seguimos em frente. Boa tarde e boa sorte!