A Internet é uma maravilha. Imagine você, no início do século XX, pesquisador de uma universidade estado-unidense, precisando de dados de um pesquisa obscura de outra universidade, ter que esperar um mês para receber dados importantíssimos para sua pesquisa que pode ser a chave para grandes mitérios da natureza! Ah, se existisse uma rede através da qual informação pudesse ser enviada e recebida em velocidade inimagináveis...

Claro, assim como o avião, a pólvora e a meia-calça, a Internet também se subverteu grandemente do caminho do bem que seguia e foi para outro completamente diferente. Mas diferente, do avião, da pólvora e da meia-calça, essa subversão foi em escala astronômica!

Sabe qual é a grande sacada da Internet como a conhecemos? Anonimato. Teoricamente, ninguém sabe quem é quem na grande rede. Em teoria, não ha nenhuma garantia que eu ou Bruno Guedes sejam quem digam ser. Numa viagem bem viajada, eu poderia até ser um cachorro.

'On the Internet, nobody knows you're a dog'

O problema com toda idéia genial é que a humanidade tem o péssimo hábito de aprender só o que não presta. O princípio do anonimato é bom, pois garante até certo ponto a segurança de quem desfere informação que vai contra um regime totalitário ou outras situações problemáticas. E análogo ao anonimato provido pelo serviço de denúncia da polícia.

Entretanto, combinada à tendência humana de estar errado e fazer o que não presta, munidas de seu anonimato e combinada à impunidade provida pela "neutralidade da rede", pessoas de inteligência e caráter duvidoso conhecidas como trolls semeam a discórdia e a estupidez pela rede afora.

Não sou especialista em Internet, não sou nem um entusiasta, mas sei reconhecer merda quando vejo. Um troll é, em suma, um demônio encarnado num número IP. Por razão nenhuma, um sujeito destrói a auto-confiança de uma outra pessoa. Acreditem ou não, por causa de gente assim, gente boa desiste de tentar propagar informação boa. Acredite ou não, isso até mata.

E hora de parar com isso, galera. Antes que a Internet se imploda. Ou a Internet séria acaba com a neutralidade, ou a neutralidade mal utilizada acaba com a Internet séria...